Manguezal

A Ilha dos Aquários, esta inserida em meio a um ecossistema muito importante para o equilíbrio ambiental dos nossos oceanos além de protegem a nossa costa de processos erosivos pela força dos ventos e as marés. Por estes motivos, hoje este ambiente é protegido pela Legislação Ambiental Brasileira sendo considerada como área de Preservação Permanente - APP. Este ecossistema é o Manguezal e é considerado um ecossistema costeiro de transição entre os ambientes terrestre e marinho, encontrado em locais que haja encontro da água doce e salgada (salobra) e é característico de regiões tropicais e subtropicais.

Ele é dominado por principalmente 04 espécies vegetais. A Rhizophora mangle (mangue vermelho); Laguncularia recemosa (mangue branco); Avicennia sp (mangue preto) e; Conocarpus erectus (mangue e botão). Esta baixa diversidade de espécie se dá pelo ambiente estressante devido ao pouco oxigênio, alta concentração de sal e solo instável. A fauna dos manguezais é composta por diferentes animais que representam significativa fonte de alimento a populações tradicionais da zona costeira entre eles os crustáceos, moluscos e peixes.

Os manguezais desempenham importantes papeis para o equilíbrio ambiental que influenciam diretamente no fator econômico da população, entre eles podemos citar: exportação de matéria orgânica que contribui para a produção primária na zona costeira; local ideal para várias espécies de importância econômica para se reproduzir assim como esconderijos para os filhotes crescerem contribuindo assim para 95% da produção do alimento que o homem captura no mar, alem de servirem como filtros na retenção dos sedimentos impedindo a erosão e estabilizando a costa.

Restinga

Dentro da Ilha dos Aquários encontramos outro ecossistema muito importante para a manutenção do equilíbrio ambiental e proteção da costa, mas ele aqui no Brasil, por diferentes motivos, hoje é um dos que mais sofrem pressões pelas ações humanas e por isso, assim como os manguezais, é protegido por lei, sendo também considerado Área de Preservação Permanente – APP. Este ecossistema que estamos falando é a restinga.

A restinga não apresenta uma formação vegetal definida, variando de acordo com sua localização geográfica e distancia do mar. A vegetação se estabelece sobre o solo arenoso nas regiões de planície costeira, e por isso são definidas fisicamente por condições edáficas (condição do solo). As principais fisionomias são: Vegetação herbácea ou subarbustiva; Vegetação arbustiva; Floresta baixa de restinga e Floresta alta de restinga. Alem da proteção da costa e manutenção do equilíbrio ambiental as restingas também oferecem outros serviços como a beleza cênica significativa ao nosso litoral, já que sua vegetação é deslumbrante, assim criando locais com microclimas que amenizam o calor nos locais que se desenvolvem e também servem como fixadoras de sedimento.
E claro não podemos esquecer-nos da importância das restingas para a fauna, pois na restinga eles podem encontrar abrigo, uma grande variedade de alimento. Para os homens oferecem uma gama de plantas medicinais e frutíferas.